3ª Cia Ind de Bombeiros será elevada a 11º Batalhão

O anúncio foi feito pelo comandante do 5º COB, Coronel Silvane Givisiez, ao lado do Major Alexsandro Nunes, comandante da 3ª Cia Ind. Foto: Igor Reis

Na tarde desta terça-feira (31) foi realizada uma coletiva de imprensa, na sede da 3ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais (CBMMG), em Ipatinga, para divulgação de uma boa notícia para a região do Vale do Aço. No próximo ano, a 3ª Cia Ind será elevada a 11º Batalhão. O anúncio foi feito pelo comandante do 5º Comando Operacional do CBMMG, Coronel Silvane Givisiez, ao lado do Major Alexsandro Nunes, comandante da 3ª Cia Ind.

Com a elevação, que será realizada no dia 29 de abril de 2018 (aniversário de Ipatinga), a região ganhará diversas melhorias, tais como o aumento de efetivo, viaturas e uma aeronave para atendimento a região.

De acordo com o Coronel Givisiez, a mudança ocorre graças ao bom trabalho realizado pela Cia e também devido o apoio dos prefeitos da região. “Tivemos o apoio dos prefeitos de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo. Aliás, isso foi até um trabalho do Major Nunes, que buscou a união de esforços em prol de um objetivo em comum”, disse.

Mudanças na Unidade
Major Nunes poderá ser promovido ao posto de Tenente-Coronel, para assim comandar o batalhão.

Segundo o Coronel Givisiez, as mudanças trarão muitos benefícios para a região. Já que atualmente a 3ª Cia Ind conta com aproximadamente 220 militares. “De imediato, o pelotão da cidade de Manhuaçu será elevado a Companhia e Caratinga terá um Pelotão. Com essa elevação a Batalhão, abriremos um leque para dobrar o efetivo. Trazendo mais empregos para jovens da região. Também gerando a possibilidade dos militares aprovados em concursos e retornarem para a cidade. Além disso,  teremos condições, ferramentas, efetivo e viaturas para prestar um serviço ainda melhor à população”, destacou.

Sobre as mudanças administrativas, o Coronel destacou o bom trabalho que tem sido realizado na Companhia e não vê dificuldades nessa adequação. Tanto que há possibilidade do Major Nunes ser promovido a Tenente-Coronel para comandar o Batalhão. “O trabalho tem sido muito bem executado pelos militares, sob o comando do major Nunes, que realiza um excelente trabalho. Foi sob o comando dele que a unidade passou a Cia Ind, então a gente espera que ele permaneça no comando do Batalhão” comentou Givisiez.

Serviço pioneiro em Minas

Na oportunidade também foi anunciada a aquisição de quatro motobombas para atender a região, através de parceria com o Ministério Público do Trabalho. Sendo a cidade de Ipatinga a primeira do Estado a ter esse equipamento. O serviço só é prestado no Estado do Rio de Janeiro e em Brasília.

De acordo com o Major Nunes esse equipamento ajudará muito no combate a incêndio, principalmente em automóveis e princípios de incêndio. “Devido os materiais dos veículos se incendiarem com facilidade, o caminhão chega ao local apenas para impedir que o fogo se propague. Com a motobomba será capaz de extinguir o incêndio de um automóvel. Assim como combater princípios de incêndio em residências. Principalmente devido sua facilidade de deslocamento” disse o Major.

A motobomba é uma motocicleta equipada com equipamentos de combate a incêndio.

Aeronave para o 5º Comando
Coronel Silvane Givisiez é o comandante do 5º COB.

Segundo Givisiez foi pleiteada uma aeronave para atender o 5º Comando. A cidade de Ipatinga chegou a ser indicada, porém, devido estratégia de logística, a mesma ficará em Governador Valadares. “Por questões técnicas essa aeronave ficará em Valadares, no 5º Comando Operacional. Pois, em Valadares essa aeronave tem capacidade de ir e voltar até todas as cidades que contemplam o 5º Comando. Se ela fosse lotada em Ipatinga e tivesse que ir até Araçuaí, ela teria que passar em Valadares para abastecer. Com isso, caso seja preciso de apoio aéreo a aeronave chegará em torno de 15 minutos”, concluiu o Coronel.